NOSSO TRABALHO

Coleção de filmes que criamos nos últimos anos

 
 
 

Diretores de CENA

Diego Barrios, bacharel em comunicacao social pela ESPM Sul e Pos Graduado em Direção Cinematografica pela Met Film em Londres. É um dos criadores e diretores da serie de comédia Alce&Alice (2017), Projeto contemplado no edital FUMPROARTE / FSA 2014, para producao dos 4 episodios e recentemente selecionado para o Pitching Aberto no RioContentMarket em 2017. Dirigiu e escreveu mais de sete curtas metragens. O seu oitavo curta metragem Mothers Heart (2014) foi selecionado para uma dezena de festivais internacionais e premiado com o Excellence Award no Best Shorts California.  Diego já produziu diversos curtas, o longa documental Na terra dos Bravos (2016). Alem de editar em Final Cut e Adobe Premiere, Diego dirige e escreve filmes publicitarios, video clipes e institucionais. Com forte interesse por dramaturgia, tem solido conhecimento em lentes e fotografia. Diego é socio fundador da produtora Mourao Filmes.

Mateus Cardoso, diretor e roteirista da Sass1. Filmes, formado em cinema pela UNESA, cursou o projeto de fundamentacao e experimentacao na Escola de Artes Visuais Parque Lage, ampliou seus conhecimentos em fotografia no Ateliê da Imagem e concluiu o curso de roteiro na Academia Internacional de Cinema ministrado pelo Doc Comparato. Foi responsável pela idealizacao e execucao de curtas metragens tais como: Escolhas (2011), mencao honrosa no Festival Brasilia de Cinema Internacional, selecionado para a mostra competitiva de melhor filme de ficcao, Balada do Cavalao (2012) A Poesia que desconhecemos (2013), filme comemorativo para os 100 anos do nascimento do poeta Vinicius de Morais, Nada Será Como Antes (2015), selecionado para diversos festivais. Atualmente  está desenvolvendo seu primeiro filme de longa metragem: Mobilidade Social- O Filme registrado no Fundo Setorial do Audiovisual.

Lucas Moura Tergolina é porto-alegrense, nascido e criado na capital gaúcha. Começou a sua carreira no audiovisual há 14 anos como operador de áudio e a partir daí circulou por diversas funções, tendo se encontrado principalmente na montagem e direção de fotografia. Em As Mulheres em Mim, o diretor buscou conciliar todo o conhecimento adquirido nas áreas em que atuou para a realização do filme. Pós produção em A Oeste do Fim do Mundo (Accorde Filmes), Direção de fotografia, roteiro, montagem e finalização do documentário Grandes Médicos (Accorde Filmes), direção de fotografia e montagem do documentário Todos (Accorde Filmes), assistente de montagem da série Animal (GNT) e do longa-metragem Senhores da Guerrra (Walper Ruas), assistência de direção, montagem e finalização do curta-metragem Naldo e as Batatas Sorriso (Organismo Filmes), direção de fotografia no curta-metragem Dia dos Namorados (Organismo Filmes), montagem e correção de cor no curta-metragem Telentrega (Organismo Filmes), direção, produção e montagem do documentário Cruzando a América (Mourão Filmes).

Diretores e Roteiristas

Diego Barrios, bacharel em comunicacao social pela ESPM Sul e Pos Graduado em Direção Cinematografica pela Met Film em Londres. É um dos criadores e diretores da serie de comédia Alce&Alice (2017), Projeto contemplado no edital FUMPROARTE / FSA 2014, para producao dos 4 episodios e recentemente selecionado para o Pitching Aberto no RioContentMarket em 2017. Dirigiu e escreveu mais de sete curtas metragens. O seu oitavo curta metragem Mothers Heart (2014) foi selecionado para uma dezena de festivais internacionais e premiado com o Excellence Award no Best Shorts California.  Diego já produziu diversos curtas, o longa documental Na terra dos Bravos (2016). Alem de editar em Final Cut e Adobe Premiere, Diego dirige e escreve filmes publicitarios, video clipes e institucionais. Com forte interesse por dramaturgia, tem solido conhecimento em lentes e fotografia. Diego é socio fundador da produtora Mourao Filmes.

Lucas Moura Tergolina é porto-alegrense, nascido e criado na capital gaúcha. Começou a sua carreira no audiovisual há 14 anos como operador de áudio e a partir daí circulou por diversas funções, tendo se encontrado principalmente na montagem e direção de fotografia. Em As Mulheres em Mim, o diretor buscou conciliar todo o conhecimento adquirido nas áreas em que atuou para a realização do filme. Pós produção em A Oeste do Fim do Mundo (Accorde Filmes), Direção de fotografia, roteiro, montagem e finalização do documentário Grandes Médicos (Accorde Filmes), direção de fotografia e montagem do documentário Todos (Accorde Filmes), assistente de montagem da série Animal (GNT) e do longa-metragem Senhores da Guerrra (Walper Ruas), assistência de direção, montagem e finalização do curta-metragem Naldo e as Batatas Sorriso (Organismo Filmes), direção de fotografia no curta-metragem Dia dos Namorados (Organismo Filmes), montagem e correção de cor no curta-metragem Telentrega (Organismo Filmes), direção, produção e montagem do documentário Cruzando a América (Mourão Filmes).

Aos 54 anos, depois de longa trajetória profissional pela advocacia, assessoria parlamentar e gestão pública, dedica-se a escrever roteiros audiovisuais (experiência premiada em incursões anteriores, inclusive, com Kikito de melhor roteito, Gramado/2009 e melhor filme no Los Angeles Brazilian Film Festival – LABrFF/2011).

Por dez anos (2007/2016) dirigiu a Classificação Indicativa, no Ministério da Justiça, responsável pela classificação etária de filmes, programas e séries de TV e games. Responsável pela elaboração e consolidação do Guia Prático da Classificação Indicativa e pela implementação do SISTEMA GLOBAL de classificação de games – IARC (prêmio Inovação na Administração Pública – ENAP, 2015 e e-Gov – Inovação)

Graduada em Cinema pela Universidade Vale dos Sinos e em Teatro pela Casa de Teatro de Porto Alegre, Larissa foi diretora do curta " Se essa Lua fosse Minha" vencedor do premio de melhor filme do festival de Gramado e de São Paulo e oficialmente selecionado para o festival de Rotterdam. Foi diretora de mais dois curtas e trabalhos como roteirista para a produtora Otto Desenhos animados, atualmente Larissa vive em Portugal e é coordenadora do setor de Vídeos e Cinema do espaço cultural EKA em Lisboa.